segunda-feira, 29 de julho de 2019

Polícia Civil recupera celulares no Cariri em mais uma fase da Operação “Cellare”



A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) realizou, no sábado (27), mais uma fase da Operação “Cellare”, que resultou na recuperação de 20 aparelhos celulares oriundos de roubos e furtos, na região do Cariri cearense.As diligências ocorreram nos municípios de Crato, Barbalha e Juazeiro do Norte, na Área Integrada de Segurança 19 (AIS 19). Vinte pessoas foram conduzidas e autuadas em um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por receptação.
As investigações foram coordenadas pela Delegacia Regional de Juazeiro do Norte. Com a terceira fase da ofensiva, a Polícia Civil já recuperou, só neste ano de 2019, 59 aparelhos celulares que foram subtraídos em ações criminosas no Cariri. A primeira fase da “Cellare” ocorreu, no dia 27 de fevereiro, e a segunda, ocorreu dia 6 de abril.
Orientação - A Polícia Civil recomenda que, em caso de roubo ou furto de aparelho celular, a vítima procure uma delegacia e faça o registro do Boletim de Ocorrência. O documento também pode ser registrado virtualmente pelo site. No procedimento, o proprietário deve informar o IMEI, para que o aparelho seja devidamente encontrado.
A PCCE alerta ainda que a população não compre objetos sem nota fiscal, uma vez que esses produtos podem ser oriundos de roubos ou furtos, o que configura crime de receptação.
Verifique a situação do celular - Para consultar se o seu aparelho celular possui procedência legal, a Polícia Civil aconselha o cidadão a acessar o site da Anatel e inserir os dados do IMEI do celular. No site da Anatel é possível verificar a situação do dispositivo. Se a pesquisa apresentar o resultado “até o momento o IMEI informado não possui restrições de uso” é sinal que o aparelho não possui restrição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário