sábado, 20 de julho de 2019

Polícia Civil prende médico suspeito de crimes sexuais contra mulheres em Cruz e Uruburetama



O prefeito afastado de Uruburetama e médico, José Hilson de Paiva (70), foi preso, nesta sexta-feira (19), em Fortaleza. O homem, que é suspeito de cometer crimes sexuais contra mulheres que moram nos municípios de Uruburetama e Cruz, ambos pertencentes à Área Integrada de Segurança 17 (AIS 17), se apresentou, no início desta tarde, às autoridades, em uma unidade da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE). A prisão aconteceu em decorrência do cumprimento do mandado de prisão preventiva representado pela Delegacia Municipal de Cruz da PCCE. Também foram cumpridos mandados de busca e apreensão em três endereços pertencentes ao médico.Os detalhes do caso foram divulgados nesta sexta-feira, em coletiva de imprensa, realizada na sede da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará. Participaram da divulgação o secretário André Costa; o secretário adjunto Paulo Sérgio Braga Ferreira; o delegado geral da Polícia Civil, Marcus Rattacaso; o diretor do Departamento de Polícia do Interior Norte (DPI Norte), Marcos Aurélio França; e a delegada Joseanna Carla, titular da Delegacia Municipal de Cruz.
“É uma resposta rápida que a Polícia Civil dá. Um trabalho célere e eficiente, mas na verdade, é o início. Tem muito material a ser analisado, tendo outras possíveis vítimas identificadas. Também a partir da análise, outras vítimas que ainda não forem identificadas podem ser relacionadas. O trabalho vem sendo desenvolvido em parceria entre as delegacias de Cruz e Uruburetama, e será dada total prioridade para que possamos, dentro dos prazos legais, identificar essas vítimas, ouvir testemunhas, acelerar os procedimentos e dar a resposta que toda a sociedade cearense é merecedora”, declarou secretário da Segurança Pública, André Costa.
Investigações das delegacias municipais de Cruz e Uruburetama estão em curso para apurar os relatos formalmente registrados nas unidades policiais. Há um inquérito policial na Delegacia Municipal de Cruz, onde são apuradas as denúncias ocorridas naquele município. Três vítimas e o familiar de uma quarta mulher agredida pelo médico procuraram a unidade local da PCCE e relataram o fato às autoridades policiais.

Materiais apreendidas
Durantes buscas feitas em endereços do médico, a Polícia Civil encontrou um vasto material dentro do consultório particular que ele mantinha para atender as pacientes, na cidade de Cruz. “São fichas médicas de pacientes com histórico clínico, alguns CDs com material arquivado, que serão analisados para saber se existem mais vídeos, além de computadores, pen drives. Todos os dispositivos móveis onde é possível armazenar fotos ou vídeos serão analisados minuciosamente”, revela a titular da Delegacia de Cruz, Joseanna Oliveira.
Imagens dos atendimentos feitos pelo médico e que flagraram as cenas das pacientes durante as consultas foram disponibilizadas para autoridades das delegacias de Cruz e de Uruburetama, para auxiliarem nas apurações acerca dos casos. A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) solicita às vítimas do médico que compareçam às unidades policiais para formalizarem o procedimento, no intuito de subsidiar as investigações já em curso. As identidades das vítimas serão preservadas.

Uruburetama
A investigação também acontece em Uruburetama, onde equipes da delegacia local apuram ocorrências da mesma natureza, naquele município. Policiais civis do município entraram em contato com as vítimas para tomar os depoimentos delas acerca da prática delituosa do profissional, que está sob apuração. Quatro delas e a mãe de mais uma prestaram depoimento na unidade local da PCCE, nesta semana.

Investigação
A Polícia Civil indiciou José Hilson de Paiva nos crimes de violação sexual mediante fraude e estupro de vulnerável. Todo o material apreendido nos endereços que foram alvos dos mandados de busca e apreensão serão analisados por uma força-tarefa formada por profissionais da segurança pública, com objetivo analisar o conteúdo integral das mídias, bem como de robustecer os elementos probatórios do caso.

Assistência
Técnicos da Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS) estiveram em Uruburetama, na última quarta-feira (17), apresentando os serviços de acolhimento às mulheres vítimas de crimes sexuais naquele município. A secretária-executiva de Cidadania e Direitos Humanos, Lia Gomes, e a secretária-executiva de Políticas para Mulheres, Denise Aguiar, participam de uma reunião, que aconteceu na Câmara Municipal de Uruburetama.
Ao lado da SPS, diversas instituições que formam uma rede de atendimento à mulher em situação de violência compareceram com representantes da Defensoria Pública do Estado do Ceará, do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará.
Assistentes sociais e psicólogas do Centro de Referência de Apoio às Vítimas de Violência (CRAVV) fazem contato com as vítimas já identificadas a fim de prestar o atendimento necessário. A Ouvidoria Estadual de Direitos Humanos está à disposição para atender as mulheres no intuito de prestar orientações sobre como proceder em cada caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário