quinta-feira, 11 de julho de 2019

Mais Médicos: Governo pode reincorporar cubanos


Por Metro Jornal - Moacyr Lopes Junior/Folhapress - O governo federal pretende editar no mês que vem medida provisória alterando o programa Mais Médicos e reincorporando parte dos profissionais cubanos.
Os médicos do país da América Central tiveram de sair do programa com o rompimento do acordo de colaboração entre Brasil e Cuba, mas a ideia é que voltem a trabalhar na atenção básica do SUS (Sistema Único de Saúde) por um período de até dois anos. Terminado esse prazo, precisarão revalidar o diploma.
A estimativa é de que 2 mil dos 8 mil profissionais que vieram para o Brasil permaneceram aqui depois do fim do acordo, muitos na esperança de serem readmitidos pelo governo federal.
Cerca de 700 destes médicos têm a situação regularizada, porque se casaram com brasileiros. Somente os cubanos que trabalharam no Mais Médicos – criado em 2013 pela ex-presidente Dilma Rousseff (PT) – e permaneceram no país teriam direito à reincorporação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário