quinta-feira, 27 de junho de 2019

Tiroteio em Uberaba: Polícia prende 10 assaltantes e consegue liberação de reféns


Por Metro Jornal  - L.Adolfo/Folhapress - A Polícia Militar de Minas Gerais prendeu 10 dos 25 criminosos que participaram de um ataque a três agências bancárias em Uberaba, no Triângulo Mineiro, nesta madrugada (27). As buscas continuam pelos demais integrantes da quadrilha.
Criminosos assaltaram uma agência bancária, trocaram tiros com policiais militares e conseguiram fugir. Em uma fazenda próxima à Rodovia BR-262, em trecho entre Uberaba e Araxá, o grupo fez oito reféns, que já foram liberados.
Novamente, houve uma intensa troca de tiros. Segundo a PM, os criminosos estavam com armas de grosso calibre, como fuzis.


ENTENDA O CASO

Um assalto a uma agência bancária terminou em tiroteio. Os ataques começaram por volta das 4h da manhã e pelo menos duas pessoas ficaram feridas. Uma mulher, ainda não identificada, foi atingida por um diparo na cabeça e está internada em estado grave no Hospital das Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro. Baleado na perna, um homem também foi encaminhado para a unidade de saúde.
A polícia afirma que 25 criminosos participaram da ação. Eles estavam armados com metralhadoras e fuzis e atiravam para todos os lados. Para os moradores, a intenção era colocar medo na população.
Vídeos feitos por moradores mostram o terror vivido na madrugada. É possível ouvir o barulho dos tiros.
Mais de 20 criminosos causaram pânico nesta madrugada em Uberaba, no Triângulo Mineiro. Os bandidos estavam fortemente armados para assaltar um banco na região central e, na fuga, trocaram tiros com policiais. Mais informações a qualquer momento.
A Prefeitura de Uberaba suspendeu as atividades de órgãos públicos municipais nesta manhã e apenas setores de atendimento médico de urgência vão funcionar. Escolas foram fechadas e serviços de transporte escolar também foram suspensos. O transporte público, que havia sido interrompido, foi retomado pouco antes das 9h.

Nenhum comentário:

Postar um comentário