segunda-feira, 10 de junho de 2019

Pai e filha são encontrados mortos em apartamento de Campos do Jordão



Por Metro Jornal com Rádio Bandeirantes - Um empresário de 57 anos e sua filha de oito foram encontrados mortos no apartamento do pai em Campos do Jordão (181 km de SP) na noite de anteontem. A polícia acredita que as vítimas inalaram gás que vazou de um aquecedor, acoplado a um botijão.
Luiz Manoel Vasconcelos Rosa era bastante conhecido na cidade. Ele era proprietário de uma loja de artigos de couro que levava seu nome, no bairro Jaguaribe. A menina, Rebeka Vasconcelos Rosa, passava o final de semana com o pai, que era divorciado da mãe.
Por volta das 19h de sábado, o Corpo de Bombeiros diz ter sido acionado por uma funcionária de Vasconcelos que, depois de tentar falar com ele várias vezes pelo telefone, foi até o apartamento dele e encontrou pai e filha desacordados em dois cômodos diferentes.
Quando o resgate chegou, pai e filha já estavam mortos. A polícia chegou ao local e recolheu o botijão de gás que ficava junto com o aquecedor.
O enterro dos dois foi ontem, depois de serem velados na Câmara da cidade. A mãe da criança e ex-mulher do empresário, Anouk Vasconcelos Rosa, foi sedada ao saber das mortes.
A AMECampos (Associação dos Amigos de Campos do Jordão) postou nota de pesar em suas redes sociais, dizendo que Vasconcelos “sempre demonstrou compromisso com Campos do Jordão” e destacando que ele patrocinou um evento neste ano cujos recursos seriam destinados à assistência de idosos da cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário