terça-feira, 7 de maio de 2019

Condenado a 32 anos de prisão por roubo é capturado pela Polícia Civil do Ceará em SP

Antônio Wagner Duarte da Costa (29)

Um trabalho em conjunto que reuniu equipes da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) e do Grupo de Operações Especiais (GOE) da Polícia Civil do Estado de São Paulo (PCSP) resultou na captura de um foragido da Justiça do Ceará, condenado a 32 anos de prisão por roubo qualificado e associação criminosa. Antônio Wagner Duarte da Costa (29) possui cinco mandados de prisão em aberto pelos crimes de homicídio, roubos e tráfico de drogas – todos os crimes cometidos no Ceará. A prisão dele aconteceu, na última quinta-feira (2), na cidade de São Paulo (SP). Os detalhes da ação policial foram apresentados, nesta terça-feira (7), em coletiva de imprensa, na sede da DRF, no Complexo de Delegacias Especializadas (Code), em Fortaleza.
Wagner acumula quatro passagens por roubo, duas tentativas de homicídio, um homicídio consumado, um por porte ilegal de arma de uso restrito, um por tráfico de drogas e um por dano. Os crimes de Wagner foram registrados nas delegacias de Acopiara, Canindé, Mombaça, Pedra Branca e Santa Quitéria, ao longo de quatro anos (2014 a 2018). Para a Polícia Civil, Wagner é apontado como integrante de um grupo especializado em roubos a instituições financeiras no Ceará. Além disso, ele é responsável também por diversos homicídios cometidos contra rivais de outros grupos criminosos no Estado. De acordo com o titular da DRF, delegado Rommel Kerth, Wagner é investigado por pelo menos uma dezena de homicídios, fatos que estão em apuração.
Antônio Carlos de Sousa (21)

Conforme levantamentos policiais, o cearense havia fugido para o estado de São Paulo para se manter escondido e longe das autoridades policiais. No novo endereço, no bairro de Pirituba, Zona Norte de São Paulo, Wagner havia chegado há cerca de 15 dias, até ser finalmente capturado. No dia da prisão, um homem identificado como Antônio Carlos de Sousa (21), cearense que acompanhava Wagner, também foi preso. Ele, que não tinha antecedentes no Ceará, foi capturado quando tentou se desfazer de uma sacola cheia de drogas e fugir pelo telhado das casas. Na sacola, foram encontradas cocaína, maconha e crack, prontas para venda. Ambos foram conduzidos para uma unidade da Polícia Civil de São Paulo, onde os procedimentos para autuação em flagrante de Carlos e cumprimento dos mandados em desfavor de Wagner foram adotados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário