sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

Segunda operação Voo Legal aborda 750 passageiros no Aeroporto



Passageiros de cinco aviões que aterrissaram no Aeroporto Internacional de Salvador, na tarde desta sexta-feira (22), passaram por revistas na segunda fase da operação pré-carnaval “Voo Legal”, realizada pelo Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) da Polícia Civil, com o objetivo de coibir a entrada de drogas e outros materiais ilícitos na capital baiana.
Com o apoio do Canil da Coordenação de Operações Especiais (COE) da Polícia Civil, Receita Federal e Polícia Federal foram abordados 750 passageiros, que tiveram suas bagagens revistadas por agentes e scaners da Receita, policiais do Draco e cães farejadores da COE.
O delegado Alexandre Galvão, que coordenou a operação nesta sexta-feira (22), apontou a presença da polícia como um dos principais inibidores da atuação dos criminosos. “Nesta época de festa em que os traficantes podem tentar entrar em ação, a polícia mostra sua presença e inibe a atuação criminosa ocupando o espaço para garantir a segurança de baianos e turistas”, comenta.
Além das buscas para localizar drogas e outros materiais ilícitos, foram verificadas pelas equipes da Receita Federal, mercadorias que pudessem estar descaminhadas ou contrabandeadas. Outros pontos de acesso em Salvador também foram alvos das operações, “Mar Azul” e “Pista Limpa”, que seguem até o final do Carnaval.
Ascom-PC / Tony Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário