quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Motorista de Uber é preso em Goiânia por estuprar cliente embriagada


A 1ª Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Goiânia prendeu, na manhã de sábado (12), o motorista de aplicativo (UBER), R.V.S., de 41 anos, pela prática de crime de estupro de vulnerável. De acordo com o apurado pela Polícia Civil, na madrugada do dia 11, o motorista foi acionado pelo aplicativo para levar a vítima em casa. A jovem, de 22 anos, estava muito embriagada e teria sido abusada sexualmente pelo suspeito, sem condições de oferecer resistência.
A delegada responsável pelo caso, Ana Elisa Gomes, conta que o agressor praticou a violência e deixou a garota na rua, nas proximidades de sua residência, por voltas das 4h30. A jovem, então, procurou a delegacia na tarde do dia 11, visivelmente transtornada, e foi encaminhada para exames periciais. A especializada obteve a qualificação do agressor e durante a noite representou pela prisão preventiva.
Ana Elisa afirma que o investigado, além de trabalhar como motorista de aplicativo, é coordenador de um órgão de assistência social na Região Metropolitana de Goiânia, uma unidade que trabalha com assistência a pessoas em situação de vulnerabilidade social. Ele já foi encaminhado para a CPP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário