segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

Escrivão de Polícia recebe prêmio internacional por projeto social em Ponta Porã



CAMPO GRANDE (MS): José Maria Viana Guedes é escrivão de Polícia na cidade de Ponta Porã há 18 anos, mesmo tempo em que criou o Grupo Camará Capoeira, ao ver a quantidade de adolescentes aliciados para o tráfico de drogas e armas. Comovido com a situação, o policial, que já era mestre de capoeira, começou a dar aulas de graça, promovendo o desenvolvimento integral da criança, do adolescente e do jovem, integrando as famílias. Até hoje, já passaram mais de 800 pessoas pelo projeto e todo esse trabalho ganhou reconhecimento internacional.
O Grupo Camará Capoeira recebeu o Prêmio Itaú-Unicef, ficando entre os 30 projetos finalistas, sendo o único sul-mato-grossense. A premiação é uma iniciativa do Itaú Social e do Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância), e tem a finalidade de promover ações sócio-educativas-esportiva-cultural para a para o fortalecimento do vínculo familiar e comunitário de crianças, adolescentes e jovens.
“Para nós, essa premiação é muito importante porque se trata de uma instituição internacional. Então, ver a Unicef assinar um certificado e reconhecer nossas ações só mostram que estamos no caminho certo, praticando o bem e promovendo a solidariedade, principalmente na região de fronteira, onde ações sociais são escassas”, declarou José Maria.
As aulas são gratuitas e realizadas diariamente na sede do Grupo Camará, em Ponta Porã. Além de capoeira, hoje os alunos têm aulas de informática, artesanato, palestras sociais e música.
“Ações como esta precisam ser exaltadas. O sindicato parabeniza o escrivão José Maria, que além de fazer o trabalho policial, se preocupa com a comunidade e o futuro das nossas crianças”, finalizou Giancarlo Miranda, presidente do Sinpol.
Fonte: Sinpol-MS
CARLOS EDUARDO ORÁCIO

Nenhum comentário:

Postar um comentário