terça-feira, 22 de janeiro de 2019

CAIADO DECRETA ESTADO DE CALAMIDADE FINANCEIRA EM GOIÁS


O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), assinou hoje (21) um decreto de calamidade financeira. Com a decisão, um quarto dos estados brasileiros já adotaram a medida, que flexibiliza a administração de governos em crise. Com o decreto, o governo pode descumprir critérios estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal, parcelar ou atrasar o pagamento de dívidas e suspender gastos não essenciais, além de poder receber ajuda federal.
Em caso de calamidade, a LRF prevê que o Estado seja dispensado das metas fiscais estabelecidas na lei orçamentária. O decreto ainda deve ser reconhecido em votação pela Assembleia - uma sessão extraordinária está prevista para amanhã (22). Caso aprovado, o decreto vai ter validade de seis meses, com a possibilidade de prorrogação. No texto, o governo aponta que o estado registra constante elevação dos gastos públicos, achatamento da arrecadação e elevado déficit fiscal. A previsão do rombo nas contras para este ano é de R$ 6 bilhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário