quinta-feira, 17 de maio de 2018

Com autorização para sair e trabalhar, interno do regime semiaberto é preso pela Polícia Civil após cometer série de furtos no centro da Capital


CAMPO GRANDE (MS) – A Polícia Civil, por meio do Grupo de Operações e Investigações (GOI), prendeu ontem (16), na Avenida Costa e Silva, Ricardo Carvalho de Araújo (36), pela prática de furto qualificado. O autor é um interno do regime aberto, e como tinha autorização para sair e trabalhar, usava o tempo livre para cometer os furtos.
As informações dão conta de que os policias estavam monitorando os furtos ocorridos na Capital, e constataram que um entregador utilizando uma motocicleta vermelha com baú preto estava praticando furtos nos comércios na capital, sendo flagrado pelas câmeras de vigilância dos comércios, e numa delas foi possível visualizar a placa da motocicleta.

No dia 16/05/2018, após praticar o segundo furto na mesma loja emmenos de um mês, subtraindo dessa vez mais de 50 (cinquenta) calças de marcas, os investigadores confirmaram a autoria do entregador da moto vermelha, que mais uma vez foi flagrado pelas imagens do circuito interno da loja, e passaram a realizar diligências, conseguindo localizar o autor nas proximidades da Avenida Costa e Silva.
O autor, foi identificado como Ricardo Carvalho de Araújo (36), interno do regime aberto com autorização de saída para trabalhar, foi preso com a motocicleta vermelha utilizada nos arrombamentos.
Após entrevista, Ricardo Carvalho indicou aos policiais onde havia escondido os produtos de furto, e em um barraco na “favela do Panorama”, os policiais apreenderam 47 (quarenta e sete) calças de marcas variadas; 17 (dezessete) camisetas marcas diversas; 10 (dez) blusa femininas manga longa; 04 (quatro) cintos; 04 (quatro) pares de sapatos; 03 (três) carteiras; 03 (três) relógios; 03 (três) bonés; 02 (duas) pulseiras de couro; 03 (três) toalhas e 01 (um) roupão, objetos avaliados em mais de R$ 30.000,00 (trinta mil reais), que foram apresentados na DEPAC-CENTRO e posteriormente devolvidos as vítimas.
Conforme investigações, até o momento, Ricardo foi identificado em 04 (quatro) furtos em comércios situados na área central da capital.

Nenhum comentário:

Postar um comentário