terça-feira, 24 de abril de 2018

Operação fiscaliza e fecha estabelecimentos comerciais irregulares na capital paraense

A Polícia Civil divulgou, nesta segunda-feira (23), os resultados da operação de fiscalização de bares, sob coordenação da Divisão de Polícia Administrativa (DPA), realizada no último final de semana, em Belém. Ao todo, 82 estabelecimentos foram fiscalizados nos bairros da Cremação, Guamá, Jurunas, Condor, Terra-Firme, Canudos e São Brás, na capital paraense. Do total, 39 foram fechados por irregularidades verificadas durante a operação policial. Oito proprietários de estabelecimentos foram intimados a comparecer à DPA para regularizar os locais. Outros 25 bares fiscalizados estavam com cadastro junto à DPA em situação regular. A operação foi coordenada pela Divisão de Polícia Administrativa (DPA), sob supervisão da Diretoria de Polícia Especializada (DPE) da Polícia Civil.

Contou com atuação de nove delegados de Polícia e um total de 49 agentes policiais. Segundo o diretor da DPA, delegado Eloi Fernandes, o objetivo da operação foi a regularização dos bares e estabelecimentos de diversões públicas na capital paraense. Além disso, explica o policial civil, a ação policial visou a prevenção da violência, por meio de revistas em pessoas e em veículos, como carros, e em condutores de motos.
A operação teve início na noite de sexta-feira passada, com concentração dos policiais civis na sede da DPA, localizada no prédio da Delegacia-Geral, em Belém. Desse local, as equipes policiais partiram para os endereços dos locais já previamente levantados.
Os agentes fizeram abordagens em bares, onde vistoriaram frequentadores e solicitaram o cadastro dos estabelecimentos aos donos dos bares. Apenas nos bairros da Cremação e Condor, bairros vizinhos, foram 26 bares fiscalizados. Na Terra-Firme, foram 24 fiscalizações. Os policiais civis, durante as abordagens, explicavam aos frequentadores, que se tratava de uma fiscalização de rotina, para prevenir crimes no local.
O objetivo com essas ações é prevenir a violência e regularizar estabelecimentos comerciais sem cadastro ou com a licença vencida e em situação irregular. Os proprietários dos estabelecimentos fechados por falta de alvará de funcionamento foram orientados a comparecer à DPA para regularizarem os pontos comerciais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário