quinta-feira, 12 de abril de 2018

Conscientização do Autismo será tema de caminhada neste sábado



O Centro de Apoio Universo do Aprender (CAUA) vai realizar a segunda edição da Caminhada de Conscientização do Autismo, no próximo sábado (14), a partir das 8h, na Avenida Soares Lopes, em Ilhéus. Além da marcha azul, cor símbolo do Transtorno do espectro Autista (TEA), haverá uma série de atividades, como pintura facial e escultura em balões para crianças. O tema escolhido para o evento foi: “Eu escolhi me importar, e você?”.
Em sua primeira edição, a Caminhada de Conscientização do Autismo percorreu ruas do bairro do Pontal, onde fica localizada a sede do CAUA. Neste ano, a iniciativa será levada à área central a fim de alcançar um público ainda mais amplo. A atividade faz referência ao Dia Mundial de Conscientização sobre o Autismo, data fixada pela Organização das Nações Unidas (ONU) e celebrada desde 2008 no dia 02 de abril. O intuito é desmistificar o transtorno, reforçar a importância do diagnóstico precoce e das terapias, além de divulgar os direitos legais das pessoas com TEA.
A Segunda Caminhada de Conscientização do Autismo promovida pelo CAUA é patrocinada pela Faculdade Madre Thaís e pelo vereador Cezar Leite, de Salvador. O evento é apoiado pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), Associação de Amigos do Autista (AMA), Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Prefeitura de Ilhéus, através das Secretarias Municipais de Educação e Desenvolvimento Social, do Centro de Referência à Inclusão Escolar (Crie) e da Superintendência de Transporte e Trânsito. Interessados reforçar as colaborações podem entrar em contato pelos telefones (73) 98871-6777 ou 99100-2063.
O Transtorno do Espectro Autista
O Transtorno do Espectro Autista é um conjunto de síndromes que afeta, principalmente, as áreas de comunicação e socialização. No Brasil, estudos estimam a existência de cerca de 2 milhões de pessoas dentro do espectro, sendo a maioria sem diagnóstico ou tratamento. A cor símbolo é o azul porque há uma maior incidência de casos no sexo masculino. Já o quebra-cabeça colorido faz referência à diversidade entre os autistas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário