domingo, 4 de março de 2018

Prefeito de Itacaré gastou em 2017 mais de R$ 02 milhões com cargos comissionados



O abacaxi vai descascar em 2020.
Em tempo de crise o prefeito de Itacaré, Antônio de Anizio (PT) gastou no ano de 2017 R$ 2.936.616,84 (dois milhões, novecentos e trinta e seis mil, seiscentos e dezesseis reais e oitenta e quatro centavos) com o pagamento de ocupantes de cargos comissionados, aqueles preenchidos sem concurso público e por indicação política. Os dados foram obtidos no Portal do TCM-BA, onde todo e qualquer cidadão pode ter acesso.
O prefeito Antônio de Anizio pagou por mês R$ 226.48,87 (duzentos e vinte e seis mil, quarenta e oito reais e oitenta e sete centavos) perfazendo mais de R$ 02 milhões durante o ano, gerando forte impacto nos cofres públicos. A discrepância com o dinheiro público persiste também em 2018.
A concessão de cargos em comissão tem servido como um instrumento de premiação e cooptação de aliados políticos. O dinheiro que paga os comissionados é público, mas o benefício costuma ser bastante particular. A medida gera não apenas votos, mas também a conivência com as atitudes da autoridade nomeante – basta chamar a atenção para o caso dos comissionados indicados por vereadores, por exemplo, prática que leva ao afrouxamento da missão dos parlamentares de fiscalizar o Executivo.
TEXTO: http://www.fabiorobertonoticias.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário