quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Academia da Polícia Civil promove estágios supervisionados para candidatos ao cargo de delegado de Polícia



Documentoscopia forenseA Academia da Polícia Civil (Acadepol) realiza até a próxima sexta-feira, dia 9, os estágios supervisionados para os 150 candidatos do atual concurso público para cargo de delegado de Polícia, como parte do Curso de Formação de Policiais Civis, última etapa do certame. Iniciados na última sexta-feira, 2, os estágios são realizados diariamente em Unidades Policiais, como Delegacias, Seccionais de Polícia, Unidades Integradas de Polícia e Divisões Especializadas, em Belém e região metropolitana, e na sede do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, na capital paraense.
Conforme o policial civil Kleiton Amancio, instrutor da Acadepol, o estágio supervisionado tem duração de 65 horas/aula.

Perícia veicularDurante os estágios, os candidatos irão acompanhar os procedimentos policiais, interagir com os policiais civis e acompanhar o atendimento ao público realizado pelos servidores públicos. Em média, por dia, serão dez candidatos, divididos em 15 equipes, a fazer as visitas às Unidades do Sistema de Segurança Pública. Durante o período, os candidatos são observados por um monitor da Academia da Polícia Civil responsável em supervisionar o estágio. Ao final do período de estágio supervisionado, os alunos são avaliados. Na sede do CPC Renato Chaves, por exemplo, os candidatos acompanham profissionais do órgão em atividades, como documentoscopia forense e perícia em veículos, além de conhecer mais sobre o funcionamento do Centro responsável pelas perícias oficiais do Estado.
A meta é contar, ao final do certame, com novos profissionais capacitados e qualificados para prestar o melhor atendimento ao público nas Unidades Policiais do Estado do Pará.

Além dos estágios supervisionados, os candidatos ao cargo de delegado estão passando, desde o mês passado, de quinta-feira a domingo, por um laboratório de local de crime, na sede da Divisão de Homicídios da Polícia Civil, em Belém. O laboratório de local de crime vai até o próximo dia 11.
Em dezembro do ano passado, concluíram o Curso de Formação de Policiais Civis cerca de 600 candidatos do concurso público para os cargos de investigador, escrivão e papiloscopista.
Ainda no primeiro trimestre de 2018, após o final do atual concurso público, cerca de 600 novos policiais civis irão ingressar na Polícia Civil. Para o delegado-geral Rilmar Firmino, esse número representa um feito histórico. "O Pará foi o único Estado brasileiro que conseguiu fazer dois concursos na Polícia Civil em menos de quatro anos", destaca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário