quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Pesquisadora da Embrapa representa, América Latina e Caribe em grande evento na FAO, em Roma

O solo é um recurso natural e essencial à vida na Terra. Além de garantir a produção de alimentos, fibra e energia, o solo fornece serviços ambientais essenciais, que são importantes para a regulação e abastecimento de água, regulação do clima, conservação da biodiversidade, sequestro de carbono e serviços culturais. No entanto, aproximadamente 33% dos nossos solos globais estão degradados, tornando necessário e urgente a conscientização sobre sua importância e seu uso e manejo sustentáveis.
Diante desse contexto, e para deter os processos de degradação dos solos, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura – FAO estabeleceu em 2012, a Aliança Mundial para os Solos - AMS (“Global Soil Partnership – GSP”), que tem como principal órgão consultivo o Painel Técnico Intergovernamental em Solos, de sigla ITPS em inglês. A sétima Sessão de Trabalho do ITPS vai ocorrer de 30 de outubro a 3 de novembro, na Itália, e deverá reunir especialistas de solos de todas as regiões do planeta. A pesquisadora em solos e chefe-geral da Embrapa Cocais, Maria de Lourdes Mendonça Santos Brefin, expert em mapeamento digital de solos, é a representante do Brasil e da América Latina e Caribe no ITPS, desde 2013, estando hoje em seu segundo mandato.
Para ler a matéria na íntegra, acesse aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário