segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Operação policial desarticula associação do tráfico de drogas em Breves - Cães eram usados para contenção de casa usada no tráfico



As Polícias Civil e Militar deflagraram, uma operação policial para cumprir mandados judiciais referentes ao combate ao tráfico de drogas, em Breves, na Ilha do Marajó. Foram cumpridos três mandados de busca e apreensão em residências situadas nos bairros da Castanheira e do Centro durante a operação denominada "Norte-Sul".
Ao todo, seis pessoas da mesma família foram presas em flagrante por envolvimento no crime. Sob coordenação da Superintendência da Polícia Civil na região do Marajó Ocidental, a ação policial contou com apoio de policiais civis da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) e do Grupo de Pronto-Emprego (GPE), além de policiais militares do Grupo Tático Operacional da PM.
A operação foi resultado de uma série de investigações realizadas pela equipe policial de Breves. A ação policial foi coordenada pelo delegado Artur Júnior, da Polícia Civil em Breves. Ele explica que, durante a operação, foram apreendidas cerca de 120 "pedras" de óxi de cocaína, além de balanças de precisão usadas na pesagem das drogas e outros materiais utilizados na fabricação dos entorpecentes.
Tudo estava na casa dos acusados. Foram presos, no local, Dinete de Souza Rodrigues; João Paulo de Souza Rodrigues; Luan Kleber de Souza Rodrigues; Felipe de Souza Rodrigues; Maria do Socorro Souza Rodrigues e Ewerton Cley da Silva Nunes. Eles foram autuados com base nos artigos 33 e 35, da lei 11.341/2006, conhecida como Lei Anti-Drogas, pelos crimes de tráfico e associação para fins de tráfico de drogas.

"FORTALEZA" Ainda, no decorrer da operação policial, os policiais civis e militares estiveram em outras duas casas. Em uma delas, não foram encontrados entorpecentes. Na outra, os policiais apreenderam dinheiro em espécie e uma balança de precisão, além de diversas "bitucas" de cigarros de entorpecentes. "Nesse local, foi feita uma busca, mas não foi possível encontrar drogas no local", explica o delegado. A casa, detalha o policial civil, é usada como uma espécie de "fortaleza" para o tráfico no município. "O local é monitorado por câmeras de vigilância e tem difícil acesso. No local, foram encontrados e imobilizados sete cachorros da raça Pitbull que faziam a contenção (guarda) do imóvel", detalha.
Entre os presos, duas mulheres são idosas e já conhecidas por atuarem no tráfico de drogas em Breves. A operação Norte-Sul contou com a atuação dos delegados Vanessa Macedo, superintendente da Região do Marajó Ocidental; Artur Júnior, de Breves; Rômulo Souto, da Delegacia de Curralinho; Marcus Pinto, da Delegacia de Bagre, e Carlos Vieira, da DRCO de Belém, e dos investigadores Alexandre Souza, chefe de operações de Breves; Diogo Torres e George Hamilton, de Breves; a equipe do GPE formada pelos policiais civis Ardilex, Emílio, Sepeda e Maia; os policiais civis Celso, Dione e Neves, da DRCO, e os policiais militares Cardoso, Deyviso, Gama e Alessandro, do GTO da Polícia Militar.
walrimar

Nenhum comentário:

Postar um comentário