sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

Autor da morte de mulher em Itapuã vai responder por femincídio



Equipes da 1ª Delegacia de Homicídios/Atlântico (1ªDH / Atlântico), do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), elucidaram a morte de Dara dos Santos Cavalcante. Após ter prisão temporária cumprida, na quinta-feira (3), o autor, Fernando Gabriel de Souza dos Santos, irá responder por femincídio.
A coordenadora da 1ª DH / Atlântico, delegada Marta Karine, e o delegado Alexandre Narita, detalharam o caso durante uma coletiva de imprensa, realizada na manhã desta sexta-feira (4), no auditório da Polícia Civil, na Pituba.
Fernando Gabriel apresentou-se na companhia de um advogado, na quinta-feira (3), no DHPP. "Ele disse que não tinha intenção de cometer o crime e alega que estava sobre efeito de drogas. Relata que quando encontrou Dara a abraçou e foram andando próximo às dunas. Em seguida houve uma luta corporal, ele apertou o pescoço da vítima e a deixou desacordada”, pontua a delegada. O corpo de Dara foi encontrado enterrado nas dunas do bairro de Itapuã na segunda-feira (30).
O delegado Alexandre Narita explicou que Fernando Gabriel tem histórico criminal. “Ele responde a dois processos criminais por crimes contra o patrimônio. Ficou preso por três anos e estava em liberdade há um ano”, explica. Fernando Gabriel segue cumprindo a prisão temporária.
Ascom-PC / Tony Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário