terça-feira, 25 de dezembro de 2018

Prefeitura nega aumento de tarifa diferenciada para zona rural, reajusta apenas tarifa única e impõe obrigações às concessionárias

Após as empresas concessionárias de transporte coletivo pedirem o aumento da tarifa de modo diferenciado para moradores da zona rural, com a intenção de que o valor para as localidades mais distantes fosse cobrado de acordo com a quilometragem, que seria em torno de R$ 6,00, a Prefeitura de Ilhéus negou o pedido, por entender que esse aumento seria desigual justamente para as pessoas mais necessitadas.
Por outro lado, para evitar a defasagem do valor da tarifa, em razão da inflação, o Município impôs uma série de obrigações para as concessionárias, como condição para o novo valor de R$ 3,80. Dentre elas, a construção de dez abrigos para passageiros, inclusive com a reforma do abrigo do paredão do Hospital São José, aquisição de 34 novos ônibus, sendo 14 até o mês de julho de 2019 e mais 20 ônibus em julho de 2020, a disponibilização de aplicativo para smartphone até março de 2019, possibilitando aos cidadãos previsão de horários de chegada e saída de ônibus.
Por fim, o município de Ilhéus determinou que esse reajuste terá validade de 24 meses, proibindo novo aumento em 2019 e estabelecendo que somente em dezembro de 2020 seja novamente discutido eventual reajuste.

Nenhum comentário:

Postar um comentário