sábado, 22 de dezembro de 2018

Integrante de organização criminosa que ostentava vida de luxo é preso pela Draco no RN









Carro de luxo do ano, passeios em shoppings e restaurantes, aluguel de flat de alto padrão com vista privilegiada para a Praia de Ponta Negra, em Natal, Rio Grande do Norte. Essa era a vida que ostentava um dos integrantes de uma organização criminosa que atua no Ceará enquanto estava foragido da Justiça cearense, tendo três mandados de prisão em aberto. Mas os dias de mordomia e liberdade do criminoso tiveram um fim, na noite da última quarta-feira (19), quando policiais civis da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) localizaram e deram cumprimento aos mandados de prisão em desfavor de YagoSteferson Alves dos Santos (26), o “Yago Gordão”. Sem reagir à prisão, o criminoso voltou ao Estado sob escolta para responder por uma série de crimes cometidos em território cearense.
“Yago Gordão” é apontado nas apurações da Draco como um criminoso com atuação direta no tráfico de drogas e com papel de chefia dentro da organização criminosa. Aos 26 anos de idade, o suspeito já foi autuado ou indiciado pela Polícia do Ceará em seis procedimentos por homicídios, quatro por tráfico de drogas, dois por crimes de trânsito, um por ameaça, disparo de arma de fogo, posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e um Termo Circunstanciado de Ocorrência por uso ou posse de drogas. Todas as passagens foram registradas em um período de seis anos, entre 2011 e 2017. No último procedimento ao qual foi indiciado, ele é suspeito de ordenar a morte de uma vítima, no bairro Parque Presidente Vargas, na Área Integrada de Segurança 9 (AIS 9). Desta vez, o suspeito, que foi preso enquanto passeava em um shopping localizado no bairro Tirol, região da Zona Leste de Natal, vai passar seus dias recluso aguardando o julgamento de seus processos na Justiça cearense.
“Os suspeitos que estão no topo da cadeia criminosa costumam passar seus dias ostentando o dinheiro das práticas criminosas e desfrutando a vida no mais alto padrão. Muitas vezes, eles chegam a passar despercebidos nos locais onde acreditam não serem notados pelas pessoas tampouco pelas autoridades. Yago já estava no nosso radar há um tempo, e esperávamos o momento certo para efetuar a prisão dele, interrompendo a rotina do criminoso no convívio com a sociedade e fragilizando a comunicação dele com os comparsas no Ceará”, explica o titular da Draco, Harley Filho, que destaca a destreza e a qualidade do trabalho das equipes da especializada no levantamento de informações sobre o suspeito, mesmo ele estando em outra unidade da federação.
Embora estivesse afastado a quilômetros de distância de seus domínios, as investigações da Draco estabelecem a influência exercida pelo criminoso em seus comandados na execução de planos criminosos e, principalmente, no comércio de substâncias entorpecentes. A Draco investiga ainda se “Yago Gordão” mantinha relação com outros suspeitos que agiam no Rio Grande do Norte com o intuito de revelar outros comparsas. Os levantamentos estão em andamento e contam com a colaboração da Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Norte na troca de informações que levem à identificação de outros suspeitos que dividiam a rotina criminosa do cearense, em Natal. De acordo com as apurações, Yago morava na capital potiguar ha cerca de um ano e meio.Quando chegou a Fortaleza, os mandados de prisão contra Yago foram cumpridos e o suspeito foi ouvido pela equipe da Draco. Por ter confessado fazer parte de uma organização criminosa, Yago também foi autuado em flagrante, com base da Lei das Organizações Criminosas. Em depoimento, ele deu detalhes do funcionamento do grupo criminoso do qual faz parte e de sua função exercida dentro da orcrim, fato que está em análise pela Draco.

Vida de luxo
Ainda em Natal, após ser preso, os policiais civis da Draco tiveram acesso à parte da vida que o suspeito levava na cidade. “Yago Gordão” residia de aluguel em um dos flats de luxo localizado na Praia de Ponta Negra, região turística e de imóveis de luxo da cidade de Natal. O flat, localizado na Avenida Engenheiro Roberto Freire, fica a três quadras da orla da Praia de Ponta Negra e é cercado por restaurantes caros. O prédio onde o suspeito alugava um imóvel dispõe de piscina, academia, churrasqueira e sacada com vista para o mar, além de uma quadra esportiva multiuso. A diária em uma das unidades do flat é oferecida aos hóspedes a partir de R$ 250. Em uma busca feita em sites de hospedagem, só há datas disponíveis na segunda semana de janeiro. Yago tinha à disposição ainda um veículo Toyota Hilux 2018/2019, com placas de Brasília, Distrito Federal, que ele circulava pelas ruas da capital potiguar e que teria sido comprado em uma concessionária, em Fortaleza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário