loading...

quarta-feira, 21 de novembro de 2018

USP - Conselho Universitário divulga moção sobre liberdade e autonomia

O Conselho Universitário divulgou, no dia 13 de novembro, uma moção em que reitera o compromisso da Universidade com a liberdade de ensino, de pesquisa e de extensão. A proposição da moção foi apresentada pelo diretor da Faculdade de Direito (FD), Floriano Peixoto de Azevedo Marques.

Leia, a seguir, a íntegra do comunicado.

Moção do Conselho Universitário

A Universidade é um local de expressão das diversidades. Ela surge em tempos difíceis para permitir espaço de liberdade de pensar, se expressar e ensinar. A Universidade só faz sentido se asseguradas plenamente estas liberdades.

A eugenia do pensamento e o controle do conteúdo do que se produz e ensina são antípodas à ideia de Universidade. A liberdade de cátedra, o livre pensar e a autonomia universitária são conquistas civilizatórias que não podem ser desafiadas.

A história demonstra que as tentativas de controle do pensamento universitário trouxe danos irreversíveis para a ciência e o conhecimento das nações.

Neste momento, a Universidade de São Paulo vem reiterar seu compromisso inabalável com a liberdade de ensino, de pesquisa e de extensão. Igualmente vem reforçar que a autonomia acadêmica não será plena sem a sua autonomia financeira e de gestão.

E sabemos que a preservação de nossa autonomia passa pela permanente reiteração do compromisso com a diversidade de pensamento, com a repulsa e coibição de qualquer forma de violência, mesmo que simbólica, bem como pela responsabilidade na gestão e, principalmente, pela rejeição a qualquer tipo de controle ideológico, seja qual for a matiz de pensamento.

A USP já passou por muitos desafios ao longo de seus quase 85 anos. E continuará enfrentando aqueles do porvir com autonomia, firmeza e altivez.

Por Adriana Cruz 

Nenhum comentário:

Postar um comentário