loading...

quinta-feira, 11 de outubro de 2018

POLÍCIA APREENDE GRUPO ACUSADO DE MATAR MOTORISTA DE UBER EM GOIÂNIA


A Polícia Civil apresentou na manhã desta quarta-feira (10) quatro amigos suspeitos de envolvimento da morte do motorista de aplicativo Kléber Siqueira Chaves, de 41 anos, em Aparecida de Goiânia, Região Metropolitana da capital. De acordo com o que apurou a polícia, Aldair Alves de 24 anos, César Júnior Neves, de 19 anos, e os dois adolescentes passaram a noite de sexta-feira (5) em uma festa em Goiânia, e, na madrugada de sábado, já embriagados, e sob o efeito de drogas, arrumaram uma confusão no local.
De acordo com o delegado Henrique Berocan, titular da Delegacia de Polícia de Apuração de Atos Infracionais (Depai), responsável pelo caso, depois da confusão, uma amiga, que não foi detida, chamou Kléber pelo aplicativo para que eles fossem embora. “De cara, eles já fizeram o motorista levá-los para o Jardim dos Ipês. Chegando lá, o adolescente e o César, que é o mais violento do grupo, deram voz de assalto, e, mesmo sem que ele tenha reagido, passaram a agredi-lo com socos, chutes e pedradas”, contou o delegado.
Quando o crime foi cometido, o outro menor, se assustou e fugiu do local. Logo depois, ainda conforme o delegado, os outros três seguiram no carro até o momento em que bateram em uma rótula, sendo obrigados a abandonar o veículo. O corpo de Kléber foi encontrado na manhã do dia seguinte (6). Último suspeito a ser localizado, César foi preso na tarde desta terça-feira (9), em Rialma, no momento em que, segundo a polícia, aguardava um ônibus para fugir para o Maranhão. Ele, Aldair e os dois adolescentes foram indiciados por latrocínio, roubo seguido de morte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário