loading...

quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Direitos Humanos: veja como esses direitos surgiram - Conheça a evolução histórica dos Direitos Humanos



Direitos Humanos representam os direitos que todos os seres humanos possuem, por, simplesmente, serem seres humanos. É como você instintivamente espera e merece ser tratado como pessoa, como o direito de viver livre, falar o que pensa e ser tratado como igual.
Por conta disso, os Direitos Humanos são os únicos que se aplicam absolutamente a todos, em qualquer lugar, isto é, aplicam-se aos idosos, aos pobres, aos rappers, aos professores, aos africanos, aos brasileiros, aos judeus, aos ateus, ao seu vizinho e a você.
Todos têm exatamente os mesmos Direitos Humanos. Em outras palavras, eles são universais. Mas, a pergunta continua: o que eles são?
De acordo com as Nações Unidas, existem no total 30 artigos que os definem, todos contidos na Declaração Universal dos Direitos Humanos, que representa o documento mais aceito no mundo sobre esse assunto.
Contudo, no início dos tempos, não haviam Direitos Humanos. Basicamente, a lógica funcionava dessa forma: Se você estivesse do lado certo, estaria seguro, se não estivesse, não estaria.
Então, um homem, “Ciro - O Grande” decidiu mudar esse método de raciocínio. Depois de conquistar a Babilônia, Ciro fez algo completamente revolucionário, anunciou que todos os escravos eram livres. Ele
Da mesma forma, proclamou que as pessoas tinham o direito de escolher livremente suas religiões, não importando o grupo a qual pertenciam.
Dessa forma, registraram suas palavras em um tablete de barro, denominado como “Cilindro de Ciro”, indicando o início da germinação da semente dos Direitos Humanos.
Após um longo período histórico marcado por inúmeras tragédias e disputas territoriais, em 1945, diversos países se uniram e formaram as Nações Unidas.
Seu propósito básico era:
“Reafirmar a fé nos direitos humanos fundamentais, na dignidade e valor da pessoa humana.”
Em razão disso e sob a supervisão de Eleanor Roosevelt, finalmente as nações unidas concordaram e aprovaram um conjunto de direitos que se aplicam, absolutamente, a todos, qual seja: A Declaração Universal dos Direitos Humanos.
Por fim, resta evidente que esse aglomerado de direitos não se submete ao grau de instrução do indivíduo, ao país de origem, à cor da pele, ou seja, eles não se submetem a nada, eles dizem respeito a toda humanidade.


Conteúdo Legal

Nenhum comentário:

Postar um comentário