loading...

quarta-feira, 18 de julho de 2018

Ex-jogador da seleção, Ronaldinho Gaúcho lança criptomoeda própria



Ronaldinho Gaúcho, o ex-camisa 10 da seleção brasileira, é o novo nome a habitar o universo cada vez mais povoado das criptomoedas. Batizada com o sugestivo nome de Ronaldinho Soccer Coin (RSC), a venda privada dos tokens já teve início. Na primeira fase da Oferta Inicial da Moeda (ICO, na sigla em inglês), serão emitidos 140 milhões de tokens, com limite máximo de 350 milhões. A venda para o público geral terá início no dia 16 de agosto.
A iniciativa é encabeçada pela WSC (World Soccer Coin) e a criptomoeda usará o ecossistema de blockchain da startup chinesa NEO. Segundo release de divulgação, o projeto visa criar ainda 300 estádios digitais em três anos e esses estádios serão desenvolvidos usando tecnologias digitais de ponta como blockchain, inteligência artificial e realidade virtual.
O white paper da criptomoeda ainda não foi publicado, mas no site sobre a RSC há um aviso que informa que ele será publicado "em breve". Mas para qual propósito uma moeda virtual do Ronaldinho se daria? Segundo o vídeo de divulgação (assista abaixo), o objetivo é tornar a criptomoeda a moeda do mundo do futebol para, assim, "criar uma visão de esperança, sonhos e sorrisos". Saiba mais: O que são criptomoedas e como elas funcionam?
Para além dos estádios digitais, a iniciativa prevê o desenvolvimento de academias virtuais, plataformas de apostas, sistemas de doação e pagamento. A ideia é também que jogadores dessas plataformas possam ganhar moedas através de competições.

Nenhum comentário:

Postar um comentário