terça-feira, 19 de setembro de 2017

Polícia Civil cumpre mandado de prisão de acusado de estuprar a filha em Abaetetuba


Superintendência da Região do Baixo-Tocantins
A Polícia Civil prendeu, em cumprimento a mandado de prisão preventiva, em Abaetetuba, nordeste paraense, Raimundo Farias, acusado de estuprar a própria filha menor de idade que tem Síndrome de Down. A prisão foi realizada no último final de semana por policiais civis da Superintendência Regional do Baixo-Tocantins. Segundo a delegada Renata Gurgel, titular da Superintendência, a equipe de plantão conseguiu localizar o paradeiro do acusado, após receber informações precisas sobre o paradeiro dele.
O mandado de prisão foi decretado pela Justiça após investigação conduzida pela delegada Aline Macedo, de Abaetetuba. As provas coletadas evidenciaram que Raimundo Farias cometeu o crime. Conforme a delegada Renata Gurgel, a filha do acusado engravidou e teve um menino, filho-neto do suspeito. A criança tem atualmente um ano de idade. Após ser preso, o acusado foi conduzido até a Superintendência e depois recolhido na carceragem da Unidade Policial para aguardar transferência para o Sistema Penitenciário.
Segundo a delegada, o acusado foi ouvido em depoimento, durante as investigações, e negou ter sido o autor do crime. Sobre a gravidez de sua filha, Raimundo alegou ter certeza de que quem a engravidou foi o boto (referência à lenda amazônica sobre o boto que se transformar em um homem conquistador que escolhe uma jovem solteira para engravidá-la e depois desaparece).

Nenhum comentário:

Postar um comentário